Teresina Diário - Conteúdo interativo de notícias, vídeos, esportes, lazer, blogs e jornalismo
Teresina Diário - Conteúdo interativo de notícias, vídeos, esportes, lazer, blogs e jornalismo
Todos os sites
03 de outubro de 2013 11:26

Assaltante de banco e latrocida é preso no Ceará

Fábio Nascimento passou alguns meses escondido em Teresina e foi preso em Fortaleza (CE)

Por Editor

fabio5O latrocida e assaltante de banco, Fábio Nascimento Pereira, o “Fábio Cagão”, 37 anos, foi preso em Fortaleza (CE), após passar alguns meses residindo na zona Sudeste de Teresina, na condição de foragido da justiça maranhense.

Ele foi apresentado ontem, na Superintendência de Polícia Civil do Interior, em São Luís (MA), como o último foragido da Justiça daquele Estado, como suspeito de participação no latrocínio (roubo seguido de morte) que vitimou Nádson Roberto Maya Sousa, 27 anos, fato ocorrido no dia 3 de novembro de 2012, na sucata do pai da vítima, no bairro Maiobão, em Paço do Lumiar (MA).

“Após um longo trabalho de investigação, conseguimos localizar e prender o acusado, que estava morando em um quarto, na Praia de Jacarecanga. Seu paradeiro foi descoberto com apoio de policiais daquele estado e também de informações repassadas pela própria família da vítima. Com esta prisão, portanto, todos os suspeitos apontados no inquérito policial foram identificados, localizados e presos, um deles, inclusive, condenado”, explicou o superintendente da SPCI, Jair Lima de Paiva.

No dia 12 de junho deste ano, a mesma equipe de investigadores da SPCI prendeu, no estado de Santa Catarina, Everton Tadiello Matos Petrus, de 22 anos. “Ele também é um dos suspeitos de participação no crime. Inclusive já foi condenado a 20 anos de prisão”, acrescentou o chefe da SPCI, que também identificou Fábio Cagão como partícipe do assalto à agência do Banco do Brasil, na Cidade Operária, em outubro de 2011. “Na ação, foram roubados R$ 500 mil”, lembrou o superintendente.

Visita – Os criminosos, segundo a polícia, visitaram o estabelecimento uma noite antes, perguntando sobre preços de algumas mercadorias e foi a própria vítima quem os atendeu. Minutos depois, ao avistarem o pai da vítima, o empresário Cícero Roberto Furtado de Sousa, de 48 anos, a dupla anunciou o assalto e alvejou o filho do dono da sucata com dois tiros (abdômen e cabeça), quando a vítima tentou impedir o seu pai de reagir ao assalto.

Enquanto via o assassino do filho ser apresentado na SPCI, o empresário agradeceu o trabalho da polícia e fez um apelo ao Poder Judiciário. “A Polícia Civil me garantiu que prenderia todos os assassinos do meu filho, e cumpriu. Só peço à Justiça que faça também a sua parte e condene sem benevolência este assassino que agora abaixa a cabeça e não consegue encarar ninguém aqui, mas que na noite que matou meu filho se encheu de coragem com um revólver nas mãos”, lembrou Cícero Roberto de Sousa.

O inquérito inicial sobre o latrocínio que vitimou Nadson Roberto Maya Sousa – pai de um filho de um ano – foi concluído pela Delegacia Especial do Maiobão e remetido à juíza Jaqueline Reis Caracas, titular da Comarca de Paço do Lumiar, que expediu os mandados de prisão contra os criminosos. Fábio Nascimento Pereira e Everton Tadiello Matos Petrus, ainda segundo a polícia, respondem por outros crimes de assaltos a estabelecimentos comerciais nas áreas do Maiobão e do Parque Vitória.

Comentários

*Todos os comentários são moderados. Isso quer dizer que nós lemos todas opiniões e damos preferência para aquelas que agregam mais informação, que tenham personalidade e que não ataquem o autor ou outros leitores do site. O seu email não será publicado ou comercializado.*